A nova Fiat Ducato 2018 chega as lojas ainda em fevereiro com design totalmente renovado, igual a versão vendida na Europa. Além do design renovado, a principal mudança na linha 2018 é a opção da versão chassi, que brigará com Renault Master e Ford Transit.

No total, serão 13 versões, sendo três furgões de carga (mais duas ambulâncias), chamadas de Cargo, quatro opções de passageiros (mais uma com acesso para cadeirante), batizadas de Minibus, duas Multi, ideal para transformações, por exemplo, e a nova versão Chassi, que introduzirá o Ducato no forte segmento de transportes de cargas e implementações diversas. A novidade foi possível devido a uma inovação de projeto, que incorpora chassi mais largo e para-choque traseiro integrado. Entre os tamanhos de carrocerias, há a inédita opção Extra Longo, com 6,35 m de comprimento, disponível nas configurações Minibus e Multi.

O Fiat Ducato 2018 se tornou também mais prático. O acesso lateral está ainda mais fácil com as soluções adotadas para as portas corrediças. As novas guias de deslizamento na parte superior facilitam o movimento e permitem que a porta corra mais suavemente. Novas maçanetas ergonômicas ainda oferecem uma excelente condição de manuseio e facilitam a abertura com a mão direita ou esquerda. Os para-choques traseiros integrados nas laterais e com uma plataforma metálica antideslizante, para subir na área de carga, também facilitam o ingresso no veículo. Além disso, as portas traseiras têm frisos na parte inferior para proteção contra choques, permitem abertura de 270° (de série em todas as versões) graças às novas dobradiças e são mais altas, facilitando o embarque de volumes grandes. O piso também está mais baixo (47,4 cm do solo), o que ajuda na acessibilidade ao vão e torna as operações de carga e descarga mais fáceis e seguras.

Com todas as dimensões ampliadas, o modelo conta com mais espaço para o motorista, passageiros e carga. O Novo Ducato é 16 cm mais longo nas versões com entre-eixos curto, 26 cm maior nas de entre-eixos médio e tem 34,5 cm a mais nos de medida longa. O novo modelo também cresceu na altura: com o teto baixo ganha até 10 cm e com teto alto, 5 cm. O Fiat Ducato 2018 ainda é 6 cm mais largo do que antes. Também apresenta 7 cm extras na largura traseira e 9 cm na dianteira, proporcionando aumento de 15% da área de carga, além de peso máximo autorizado 250 kg maior nas versões envidraçadas, Multi e Minibus – chegando a 3.750 kg.

A nova geração do Ducato também traz mais economia na manutenção. As estruturas da carroceria, das longarinas e as laterais são modulares e permitem uso amplo dos componentes nas diferentes versões, reduzindo custos de reposição das peças e facilitando a substituição. Com uma plataforma completamente nova, mais segura, robusta e racional, a rigidez torcional e flexional da carroceria aumentou, mantendo na parte frontal a deformidade programada para absorver a energia em caso de colisão e proteger o habitáculo, além de reduzir ao máximo as peças a serem substituídas em pequenas batidas, diminuindo assim os custos de reparação.

O conjunto mecânico do Novo Ducato também mudou. O câmbio ganhou a sexta marcha para aproveitar ainda mais as características do propulsor 2.3 turbodiesel, que também evoluiu e está mais forte e eficiente. Chamado oficialmente de F1A e produzido pela FPT Industrial em Sete Lagoas (MG), ele ganhou 3 cv de potência e 0,5 kgfm de torque, desenvolvendo agora 130 cv a 3.600 rpm e 32,7 kgfm a 1.800 giros. Com a nova transmissão, o regime de motor é melhor ajustado para ruas e estradas, o veículo se torna mais fácil e agradável de dirigir, consome menos e, consequentemente, tem emissões mais baixas. Isso se comprova na prática, com a redução de até 10% no consumo de diesel em relação ao modelo anterior. Fato que, somado ao aumento de 10 litros no tanque de combustível (totalizando 90 litros), fez a autonomia do Fiat Ducato 2018 subir de modo signficativo.

O F1A é equipado com o sistema EGR, que recircula os gases de escape, sendo a melhor solução disponível para manter as emissões dentro dos limites estabelecidos pelas normas Proconve L6/Euro 5. Dessa forma, não existe a necessidade de utilização do Arla 32, o que associada ao baixo consumo de combustível , torna o custo do motor um dos menores da categoria.

O Novo Ducato vem com freios a disco nas quatro rodas com ABS e air bags para motorista e passageiros no banco biposto. Há também o Hill Holder, assistente para partida em rampas que impede o carro de se deslocar nas saídas em trechos íngremes, evitando colisões, e atua em manobras de estacionamento em subidas ou descidas. Há ainda controles eletrônicos de tração e de estabilidade (ESC).

Fotos: Divulgação/Fiat

Publicidade