Máquina da Semana: Fiat Tempra

O Tempra foi lançado na Europa em 1990, derivado do Fiat Tipo(lançado em 1988 na Europa), para substituir o Fiat Regata.

No Brasil o Tempra chegou no final de 1991, foi lançado com motor 2.0, com a missão de desbancar  Chevrolet Monza,  VW Santana e Ford Versailles .

Em 1993 veio a versão 16V, com 127 cv de potência, o primeiro carro com motor de quatro válvulas por cilindro fabricado no Brasil, chegava aos 202 km/h. Como opcionais, ar condicionado digital programável, bancos em couro elétricos com regulagem de altura e apoio lombar, freios com ABS, check control, retrovisores fotocromáticos. No mesmo ano surgiu a versão i.e., com motor 2.0 com injeção eletrônica singlepoint e também a versão duas portas, fabricada só no Brasil entre 1993 e 1995. Ainda em 1993 o Tempra era oferecido nas versões Prata e Ouro, identificadas pelo logotipo com o nome prateado ou dourado.

Em 1994 veio o Tempra Turbo, com motor 2.0 tubo com 165 cv, que chegava aos 210 km/h, foi considerado a carro mais veloz fabricado no Brasil, chegando aos 210 km/h. Com rodas esportivas e aerofólio traseiro.

Em 1995 veio a versão Stile com o mesmo motor 2.0 turbo, mas com quatro portas, tinha rodas esportivas, mas era discreto. A Versão Prata foi substituída pela versão ie, com motor 2.0 8V.

Em 1996 o Tempra recebeu um face lift, com faróis menore, lanterna traseira com pisca e luzv de ré em forma de gota, então surgiram as versões SX, SX16V,  HLX 16V e a Versão Stile Turbo ficou ainda mais discreta, sem as rodas esportivas, como modelo 1997.

Fotos: Reprodução/Internet

Em 1998 o Tempra foi reestilizado e veio a versão City, como modelo 1999, ganhou nova grade e para-choques inteiramente na cor da carroceria. Eram oferecidas apenas as versões 2.0 8V e 16V, deixando de ser produzidas as versões SX e HLX e a versão Stile com motor Turbo. O Tempra saiu de linha e no dia 30 de outubro de 1998, quando a Fiat lançou o Marea.

%d blogueiros gostam disto: