DoniRosset: Mais uma promessa de superesportivo brasileiro

Depois do Vorax,  promessa do primeiro superesportivo de fabricação 100% nacional, com direito até a presença no Salão do Automóvel de 2010 no estande da Platinuss, representante das marcas Pagani, Spyker e Koeningg no Brasil na época, surge uma nova promessa (que também fracassou), o Superesportivo brasileiro com cerca de 1000 CV e construído em fibra de carbono tem capacidade para três ocupantes, trata-se do DoniRosset Amoritz GT. A ideia começou em 2007, quando o designer Fernando Morita e o empresário William Denis Rosset tiveram a ideia de fazer este projeto audacioso. Em 2008 foi dado início ao projeto do carro.

O bólido tinha motor biturbo V10 8.3 com 1007 CV de potência, preparado para beber somente etanol. O preço ficaria na casa dos R$2.000.000, uma “pechincha em relação aos seus concorrentes das marcas Ferrari e Lamborghini com potência semelhante. Seriam fabricados apenas 50 unidades do carro, mas pesquisando na internet não é possível encontrar nada de recente a respeito do DoniRosset, apenas um blog com a última postagem em agosto de 2012 e uma página no Facebook com pouco mais de 1.300 fãs e atualizada em outubro de 2013.

Galeria de imagens do DoniRosset Amoritz GT
[print_gllr id=1015]

http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=gAqS54mIoj0

%d blogueiros gostam disto: