sexta-feira ,19 julho 2024
Home / Marcas / Chevrolet / História: Chevrolet Série 10

História: Chevrolet Série 10

A Chevrolet Série 10 foi lançada em 1964 para substituir a já obsoleta Chevrolet 3100 (Chevrolet Brasil). Foi produzida entre 1964 e 1985, foi um sucesso em vendas, com mais de 330 mil unidades vendidas. Foi substituída pela Chevrolet Série 20, que também foi um grande sucesso.

Chevrolet Cameo Carrier fabricada nos EUA – Foto/Reprodução

Em 1955, a GM lançou nos EUA a Cameo Carrier, criada pelo designer Luther Whitmore Stier. A picape tinha motor V8 e já naquela época era equipada com câmbio automático, direção hidráulica e freios assistidos.

Chevrolet 3100 (Chevrolet Brasil) – Primeira picape GM montada no Brasil – Foto: Reprodução

Chevrolet 3100

No Brasil, a GM lançou a picape 3100 apenas em 1958, equipada com motor 6 cilindros 4.3 litros com 142 cv, importado dos EUA. Segundo André Beer, executivo da GM por quase 50 anos, “era a solução local”. A picape brasileira não tinha nada a ver com a Carmeo Carrier estadunidense, era um utilitário rústico e cheio de falhas no acabamento decorrentes da má qualidade da matéria-prima e outras deficiências do projeto. A Chevrolet 3100, mais conhecida como Chevrolet Brasil, foi produzida entre 1958 e 1964 no Brasil.

Em 1957, Luther Whitmore Stier assumiu o departamento de estilo da Chevrolet no Brasil e começou a desenvolver o novo projeto da picape que substituiria a Chevrolet 3100, daí nasceu a Chevrolet Série 10. Stier se aposentou e ficou no Brasil até morrer, em 2010, aos 97 anos.

Chevrolet C-14 1964

Lançamento da C-14

Em março de 1964, a GM lançou a picape C-14, juntamente com o caminhão médio C64, ambos equipados com o motor 6 cilindros GM 4.3 litros a gasolina, com 142 cv de potência, o mesmo da 3100, já nacionalizado e produzido na fábrica de São José dos Campos (SP). O câmbio também era o mesmo da Chevrolet 3100, manual na coluna com três marchas.

Além do design totalmente novo, com4 faróis, para-lamas integrados à cabine, a C-14 era 15 cm mais baixa que a 3100 e tinha 2,9 m de distância entre-eixos, os pedais do freio e embreagem passaram a ser suspensos. Entre as alterações mecânicas, a picape ganhou um novo filtro de óleo, proporcionando intervalos maiores para as trocas de óleo, que passaram a ser a cada 6.000 km. A suspensão dianteira era independente, com molas helicoidais e a suspensão traseira continuava com eixo rígido e feixe de molas semi-elípticas, mas ganharam buchas de borracha. Os sistema de freio também mudou, deixando a picape mais segura.

Primeira geração da Veraneio – Foto: Reprodução/Internet

Outras rês variantes surgiram: a cabine dupla para 6 pessoas C-1414, a chassi longo C-15 e a perua C-1416, lançada no IV Salão do Automóvel de 1964.  A C-1416 mais tarde passou a se chamar Veraneio, que se tornou um dos carros produzidos por mais tempo no Brasil com a mesma carroceria, entre 1964 e 1988. A C-15 tinha 3,1 metros de distância entre-eixos, usava o mesmo chassi longo da C1414 cabine dupla.

A grande novidade da Série 10 era a suspensão dianteira independente com molas helicoidais, deixando a picape mais confortável.  A C-14 tinha linhas mais retas e design semelhante ao dos automóveis da época. Os pedais eram suspensos e a coluna A inclinada mostrava a preocupação com a aerodinâmica.

Primeira reestilização

Foto: Pastore

Em 1967, ganhou nova frente com dois faróis e nova grade dianteira cromada, assim como as molduras dos aros dos faróis. Por dentro, novo painel de instrumentos, alternador no lugar do dínamo e o motor foi recalibrado, passou a gerar 151 cv e a primeira marcha passou a ser sincronizada. No mesmo ano, chegam as primeiras C-14 com tração 4×4, transformadas pela Engesa. Em 1971, finalmente a C-14 recebeu a direção hidráulica como opcional.

Como nos EUA, a Serie 10 passa a se chamar C10, em 1974. Em 1976, chega a C-10 Chevy4, com motor quatro cilindros à gasolina do Opala, acoplado ao câmbio M20 de quatro marchas no assoalho, para compensar o fraco desempenho do motor.

Foto: GM

Em 1978, a C-10 Chevy SL chega com bancos individuais, painel e laterais das portas da Veraneio Luxo, rodas aro 15 com calotas e sobrearo, espelhos retrovisores do Opala, faixas laterais e opção de câmbio de quatro marchas para a versão seis cilindros. A Chevy SL durou menos de um ano.

Lançamento da Chevrolet D-10

Em 1978, com o agravamento da crise do petróleo, chega a D-10, primeira picape à diesel da Chevrolet no Brasil, equipada com motor Perkins 4.236 3.8 com 77 cv e 30 kgfm de torque. Depois veio a A-10, equipada com o motor 2.5 quatro cilindros a álcool com 89 cv de potência e torque de 17,1 kgfm.

Em 1980, a Chevrolet Série 10 ganha nova grade dianteira de plástico e os freios passaram a ser hidrovácuo, com discos na dianteira.

Em 1981, o motor seis cilindros em linha 4.3 deu lugar ao seis cilindros 4.1 do Opala, com opções à gasolina e álcool.

Em 1982, chega a série especial El Camino, com motor 4.1 6 cilindros a gasolina ou diesel 3.9, na na cor bege e marrom por fora e interior todo marrom. Vinha com direção hidráulica, rodas de aço com calotas, grade protetora (quebra-mato) com faróis de milha, santantônio com faróis de milha, bancos individuais, temporizador do limpador e lavador elétrico do para-brisa, ventilação no teto, painel completo com tacômetro (conta-giros) e relógio. O acabamento interno era em vinil nos bancos, forros de portas e teto e os tapetes de nylon. Em 1993, a GM reeditou a série El Camino na D20.

Fim de linha e lançamento da Série 20

Chevrolet Serie 10
Chevrolet Serie 10

 

Em 1985, a Chevrolet encerra a produção da Série 10 e lança a Série 20, sobre o mesmo chassi, mas com design bem mais moderno.  As Chevrolet A10 e C10 continuaram sendo oferecidas, mas com a carroceria da Serie 20, até 1988, quando foram substituídas definitivamente por A20/C20. A Veraneio foi produzida até 1988, com a mesma carroceria da Serie 10.

Compartilhe no Facebook

About Junior Nunes

Você pode Gostar de:

História: Ford Fiesta

A história do Ford Fiesta no Brasil será contada neste post para homenagear o hatch …

One comment

  1. Boa Noite eu comprei uma caminhonete da gm chevrolet idêntica a d10 ano 1980 chassi alongado entre eixo 3 e 23 motor Parkinson a diesel mais no documento ela marca gm chevrolet d15 pesquisei muito e não encontrei nada só encontrei d10 c10 a10 c14 c15 e veraneio alguém pode me ajudar?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *